Atlético-PR vence o São Paulo na Arena da Baixada. O Tricolor precisa jogar mais futebol se quiser avançar na Copa do Brasil.

Posted on

O Furacão controlou o jogo na primeira etapa. O goleiro Santos não trabalhou. A jogada que deu origem ao gol de Pablo mostra um pouco a falta de organização do sistema defensivo tricolor. Uma bola rebatida na defesa e um erro grosseiro do Rodrigo Caio que não marcou nem a bola, e nem o adversário. Três contra três, no mano a mano fica difícil. Erro coletivo e individual do zagueiro tricolor.

O São Paulo melhorou no fim do primeiro tempo mas não conseguiu criar uma chance clara de gol. Jogou pouco. Aceito o seu argumento que o goleiro Sidão também não trabalhou muito. Poucos lances de perigo. O jogo não empolgou.

Na segunda etapa Fernando Diniz voltou com Camacho na vaga do lateral Jonathan machucado. O São Paulo tentou sair pra jogar nos primeiros minutos. Adiantou um pouco a marcação e quem criou foi o Atlético. Duas grandes chances em 10 minutos.Rodrigo Caio fez um pênalti infantil não mercado pelo árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva.

Aos 13 minutos, Diego Aguirre colocou Cueva e Régis. Saíram Petros e Marcos Guilherme.

Aos 15 minutos, escanteio para o Atlético e a defesa do São Paulo ficou olhando a bola passar por todo mundo até o Reinaldo jogar contra e servir Paulo André. O zagueiro deu um coice de porco na bola e fez o segundo.

Aos 18 minutos, Reinaldo recebeu lançamento pela esquerda e deu um belo passe para Tréllez diminuir. Reinaldo se redimiu. Fez boa jogada. 2×1!

O jogo ficou totalmente aberto. O São Paulo teve boas chances para empatar. O Furacão poderia ter feito o terceiro também. O jogo da volta está marcado para o dia 19 de abril, uma quinta-feira no Morumbi.

Ouça o meu comentário…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *